Lagoa da Pampulha permanecerá aberta aos visitantes

A orla da Lagoa da Pampulha não será interditada!

O cerco ao coronavírus volta a se fechar em Belo Horizonte, desta vez, em pleno período das férias escolares. Agora, com o anúncio da suspensão do funcionamento de shoppings, cinemas, museus comércio não essencial e outros espaços a partir da semana que vem, por determinação da prefeitura e do estado, a população – principalmente crianças e adolescentes – perde algumas opções de lazer durante a pandemia. Mas, parques públicos, praças e outros locais seguem liberados e com regras para visitação.

As restrições do novo decreto não contemplam praças, parques públicos, o zoológico e alguns museus da cidade. Desde o segundo semestre do ano passado, as atividades nos locais seguem liberadas, mas para frequentá-los é preciso tomar uma série de cuidados.

Praças

As praças públicas de Belo Horizonte começaram a ser reabertas em agosto. Não há restrição de horário e as pessoas devem seguir as mesmas orientações dos parques, como usar máscara (até durante as atividades físicas), higienizar as mãos, manter a distância de segurança, entre outras. É preciso evitar aglomerações nos locais.

Somente as programações pela internet estão mantidas. O Espaço do Conhecimento UFMG já estava fechado e continua também com atividades virtuais. Os espaços culturais privados ou parceiros do estado tinham autonomia para funcionar na Praça da Liberdade, mas com a nova determinação da prefeitura, a orientação deve mudar.

Via: www.em.com.br