Mineirão: Gigante da Pampulha ira avaliar números de ingressos em retorno

Depois que o prefeito Alexandre Kalil deixar 30% do público no estádio de futebol Mineirão, na Pampulha, está explorando a melhor maneira de conseguir várias vendas de ingressos para se estabelecer entre a capacidade máxima do estádio.

Tratado como evento-teste, o primeiro jogo a ter a volta do público está marcado para 18 de agosto, no encontro entre Atlético e River Plate, pela partida de volta das quartas de final da Libertadores.

O diretor da Minas Arena, empresa que administra o Mineirão, Samuel Lloyd, explicou como deve proceder para chegar à conta final que definirá a quantidade de pessoas no estádio.

“Temos a possibilidade de receber 30% da capacidade máxima do Mineirão. Existe um distanciamento das cadeiras, que pode diminuir esse número, mas que seria em torno de 16.500 pessoas. Ainda não está definido qual a capacidade máxima, porque, além da capacidade do setor, é necessário observar o distanciamento de um metro e meio das pessoas que estarão dentro do estádio. Nós próximos dias, vamos começar a trabalhar isso com os clubes e federações”, disse à reportagem.

Independência

Como a presença de público ainda não está liberada para competições organizadas pela CBF, o Independência, que tem sido utilizado apenas pelo América, ainda não está apto para receber torcedores. 

O Atlético, por disputar a Libertadores, é o único clube que se enquadra, até o momento, nos quesitos para receber torcida no estádio. O Galo tem mandado todos os seus jogos no Gigante da Pampulha, o que deixa o Horto de fora neste período inicial. 

Conscientização

Por se tratar de um evento-teste e para que a capacidade de público possa ir aumentando gradativamente, Lloyd frisou que espera pela colaboração dos torcedores para que não seja necessário dar passos para trás em relação ao retorno autorizado por Kalil.

“Saímos dessa reunião com muita alegria por saber que podemos receber de novo o público no estádio. Obviamente temos que contar com a colaboração do torcedor para que a gente tenha uma partida muito bem sucedida. Estamos falando de eventos-teste, ou seja, para que a gente tenha 40, 50, 60% do público no estádio precisaremos da colaboração do torcedor que vai nesse jogo de 30%. Então, nós vamos preparar todos os protocolos, trabalhar muito a comunicação para que as pessoas não tenham dúvidas sobre como elas devem proceder, sobre qual a forma para elas manterem o distanciamento”, explicou.

O último jogo que o Mineirão recebeu púbico ocorreu em 11 de março do ano passado, quando o Cruzeiro enfrentou o CRB, pela terceira fase da Copa do Brasil. Na ocasião, a Raposa perdeu a partida por 2 a 0.

Via: Hoje em Dia