O que fazer na Lagoa da Pampulha com crianças?

Se já é comum as pessoas em Belo Horizonte confundirem a Pampulha com um bairro, imagina quem vem de fora, convivendo com a família e os filhos. São praças, restaurantes famosos, museus e patrimônio mundial que caracterizam a região da Pampulha como um local turístico e cheio de opções de lazer. Centro de BH, separamos 9 ótimos lugares para levar as crianças e diversão em grupo. Vamos lá?

1. PARQUE GUANABARA

Considerado o parque de diversões mais tradicional de Belo Horizonte, o Parque Guanabara surgiu em 1951 como uma atração itinerante em Cachoeiro de Itapemirim (lá no ES, estado amado pelos mineiros).

Hoje, ele está na orla da Lagoa da Pampulha e respira os ares de parques de diversão antigos, com brinquedos tradicionais, como carrossel, carrinho bate-bate, trem fantasma e roda gigante, e novidades como o Skyfall (elevador que despenca de uma altura grande) e o cinema 6D, além de games e jogos de habilidade.

Cada atração é paga separadamente com um cartão que você abastece em caixas de acordo com a necessidade, em valores que variam entre 4 e 8 reais.

O QUE TEM DE BOM LÁ:

Brinquedos para quem curte algo mais light, e para quem prefere “fortes emoções”.
Guloseimas que agradam toda criança, como algodão doce, sorvete, pipoca, churros, crepe suíço, cachorro quente, milho verde, salgados e mais. Venda de brinquedos na porta do parque. Promoção para aniversários e excursões. Entrada acessível: gratuita durante a semana e a R$ 2 por pessoa nos fins de semana.

ONDE FICA: Av. Otacílio Negrão de Lima, 3333 – Pampulha.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: para saber mais, visite o site do Parque Guanabara 

2. RESTAURANTE XAPURI

Xapuri está para restaurantes tradicionais mineiros como o Parque Guanabara está para parques tradicionais. Entendeu a fama, né? Com uma história que carrega momentos marcantes desde os anos 1980, o Xapuri hoje pode ser considerado uma atração turística que atrai tanto pela gastronomia de altíssima qualidade, quanto pela estrutura, que lembra bastante uma fazenda ou sítio. Resumindo, é perfeito para toda a família.
Prepare-se para saborear os típicos linguiça na chapa, frango com quiabo ou mexidão da casa.

O QUE TEM DE BOM LÁ:

Servem de porções a pratos individuais com a mesma qualidade e uma variedade que impressiona.
Boas cervejas no cardápio. Possuem uma fábrica de doces. Música ao vivo. Há espaço para crianças, com parquinho, casa de bonecas, área de desenho e animadores. Há uma hípica com passeios de charrete ou pônei.

ONDE FICA: Rua Mandacaru, 260 – Trevo.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Terça a sábado, de 12h às 23h. Domingo e feriados, de 12h às 18h.

3. JARDIM ZOOLÓGICO E JARDIM BOTÂNICO

Se o dia amanhecer com um céu bem azul, é sinal de que você deve calçar tênis confortáveis, preparar o cardápio do piquenique e aproveitar para fazer um passeio no zoológico e Jardim Botânico da Região da Pampulha.

Nascido em 1959 e, hoje, conhecido como o zoológico mais completo da América Latina, ele concentra cerca de três mil animais de mais de 250 espécies do mundo inteiro (com destaque para a família de gorilas).
Já o Jardim Botânico, criado em 1991 como um departamento da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte, conta com mais de 3.500 espécies de plantas, distribuídas em 10 hectares.

O QUE (MAIS) TEM DE BOM LÁ:

O primeiro borboletário público da América do Sul.
Jardim japonês

O Aquário da Baía de São Francisco, o maior aquário temático de água doce do Brasil e o primeiro a retratar a vida na Bacia. Possibilidade de fazer piquenique próximo aos animais.

Estufas temáticas, jardins temáticos, pergolados, praças, lagos, fonte e anfiteatro no Jardim Botânico, além de minhocário, sementeira e estufas de produção de mudas.

Para entrar no zoológico, vale uma atenção especial aqui: é preciso comprovar estar vacinado contra a febre amarela há mais de 10 dias, apresentando cartão de vacinação e documento de identidade com foto.

ONDE FICA: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8000 – Pampulha.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: terça a domingo e feriados, de 8h às 17h.

4. PRAÇA PADRE DINO BARBIERI (PRAÇA DA IGREJINHA)

Com a reforma da pracinha da Igrejinha e sua reinauguração em 2015, está muito mais seguro levar as crianças para brincarem. Agora, as calçadas estão restauradas e a via de trânsito foi fechada em frente à Igrejinha, permitindo um maior espaço para os cidadãos. Além disso, existem rampas de acessibilidade e um novo projeto de iluminação.

O QUE TEM DE BOM LÁ:

Proximidade com a Lagoa e a Igrejinha.
Possibilidade de andar de bicicleta, skate, patins e patinete.
Pista de caminhada.
Natureza acessível.

ONDE FICA: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 300 – Pampulha.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: horário livre.

5. CASA KUBITSCHEK

Como o nome sugere, a Casa Kubitschek foi a casa de fim de semana de Juscelino Kubitschek, na época em que era prefeito de BH, e projetada por Oscar Niemeyer. Hoje, funciona como um museu encantador que vai encher os olhos de toda família: telhado com a forma de uma asa de borboleta, planos inclinados, quintal amplo pertinho da Lagoa da Pampulha. Demais, né?

Um passeio pelos anos 1940 e 1950 definem a experiência de quem vai lá, com referências históricas ao ambiente político e cultural, envoltos pelo pensamento modernista em Minas, impregnadas na arquitetura e nas artes. Lareiras, sacadas, mezanino, salas de estar e de TV e muitos outros cômodos, em uma casa grande que foge dos modelos atuais, sempre chamam a atenção das crianças.

O QUE (MAIS) TEM DE BOM LÁ:

Artes de artistas como Volpi e Lúcio Costa Paulo Werneck.
Móveis, adornos, objetos e fotografias da época preservados.
Jardins com espécies características da flora da região de Diamantina.
Dá para realizar piqueniques e ensaios nos jardins (só é preciso agendar o dia em horário em [email protected]).

ONDE FICA: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16585 – Pampulha.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: terça a domingo, de 9h às 18h.

6. ESTÁDIO MINEIRÃO

Se a criança em questão curtir futebol, esse é um passeio que não pode faltar na Pampulha. Inaugurado em 1965, o Mineirão é o 5º maior estádio do Brasil e o 27º do mundo! Escolhido como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, que aconteceu no país, nele já aconteceram jogos finais da Copa Libertadores e Copa Intercontinental.

O QUE TEM DE BOM LÁ:

Visita guiada ao Museu Brasileiro do Futebol
Exposição de artefatos materiais e imateriais do futebol brasileiro.
Esplanada do Mineirão: área do entorno do estádio como ótima opção para andar de skate, patins e bicicleta.

ONDE FICA: Av. Antônio Abrahão Caran, 1001 – Pampulha.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU: terças-feiras, de 9h às 20h; quarta à sexta-feira, de 9h às 17h e sábado e domingo, de 9h às 13h (todos de hora em hora)

Via: www.tetumengenharia.com.br