A fauna da Lagoa da Pampulha

Pensar no posicionamento dos seres humanos perante o meio ambiente e a preservação dos diferentes biomas, também, são questões essenciais debatidas neste dia.

E não é necessário ir longe para apreciar a beleza de diversas espécies da nossa fauna. Aqui mesmo, na Pampulha, ao passear pela orla da lagoa nos deparamos com uma rica diversidade de espécies que encantam e atraem olhares curiosos de moradores e de turistas do mundo todo.

Pelo menos 213 espécies de fauna já foram registradas no entorno da Lagoa da Pampulha, segundo relatórios de monitoramento ambiental produzidos nos últimos anos por instituições e empresas contratadas pela Prefeitura Municipal. Desse total, 76% são aves, 6% mamíferos, 6% répteis, 6% peixes, 5% anfíbios e 1% moluscos. Entre as espécies típicas, destacam-se a Garça-real (Ardea alba), o Jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris) e a Capivara (Hydrochoerus hydrochaeris).

Entre as aves aquáticas, o mergulhão-caçador, a paturi-preta e as inconfundíveis garças são registrados frequentemente. Já aves migratórias, como o príncipe, de um vermelho intenso, e a tesourinha, aparecem apenas em determinadas épocas do ano e depois seguem seu rumo. Os jardins do Museu de Arte da Pampulha e o Parque Ecológico também são pontos privilegiados para quem quiser ver, ouvir ou fotografar essas e outras aves.

Zoológico: atração à parte

Com uma área verde de 1,2 milhão de metros quadrados, o Jardim Zoológico de Pampulha existe desde 1991 e atualmente funciona como um centro de preservação da vida selvagem, com locais de tratamento para todas as espécies que vivem ali. O local abriga hoje em torno de 900 animais, com 256 espécies – 20% delas ameaçadas de extinção. Se contarmos com o Aquário São Francisco, esse número sobe para 4,5 mil.

Um dos animais que mais chamam a atenção dos visitantes é a família de gorilas, com sete integrantes: Imbi, Leon, Lou Lou, Sawidi, Jahari, Ayo e um último filhote que nasceu há menos de um ano.

Vale a pena visitar a região e apreciar toda a beleza, não só arquitetônica, mas também da fauna e flora. Um verdadeiro convite ao lazer para todas as idades!

Via: Viva Pampulha