Primeiro trecho da Ciclovia da Pampulha é finalizado

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTrans, concluiu o primeiro trecho, de 750 metros, de reforma da ciclovia da Orla da Pampulha, entre a Barragem e a Avenida Santa Rosa. O trecho recebeu todos os trabalhos previstos, incluindo a elevação da ciclovia, travessia elevada para pedestres e todas as sinalizações horizontal (pinturas no solo) e vertical (placas) e está liberado para o uso dos ciclistas e pedestres.  A revitalização da ciclovia da orla da Lagoa da Pampulha ganhou novo impulso com o fim do período chuvoso e avançou nos últimos dois meses. E a obra foi dividida em três grandes trechos. Desta forma, os trabalhos ocorrem mais rapidamente em toda a orla. 

Além de finalizar a elevação da ciclovia ao nível da calçada e quatro travessias de pedestres, outras intervenções na pista de rolamentos dos veículos também ficaram prontas, como cinco redutores de velocidade já sinalizados com pinturas e placas e pictogramas de bicicleta no pavimento. 

Outras duas frentes de trabalho estão sendo abertas. “Nesta segunda quinzena de maio, estamos dando início ao trecho que fica entre a Avenida Alfredo Camarate e a Avenida Cremona, e, no princípio de junho, entra a quinta e última etapa, que é entre a Avenida Cremona e o Clube Belo Horizonte. A obra total está prevista para ficar pronta no final de junho, informa Eveline Prado Trevisan, coordenadora de Sustentabilidade e Meio Ambiente da BHTrans. 

Reestruturação da Ciclovia 

A Ciclovia da Orla da Pampulha está sendo revitalizada no trecho de 7,1 km de extensão, que fica entre a Rua Garopas e o Clube Belo Horizonte. No local, a ciclovia existente está instalada na pista de rolamento dos veículos e os trabalhos de reestruturação estão elevando a pista de bicicletas para o nível da calçada. A pista dos ciclistas também está sendo alargada, passando a contar com 2,5 metros, largura compatível com ciclovias bidirecionais e com grande fluxo de ciclistas, como é o caso da orla da Pampulha. A reforma também contempla a instalação de separação física da pista de caminhada por jardins, além de adequações geométricas. 

O projeto também contempla a execução de travessias elevadas em todas as interseções e locais de atratividade, com o objetivo de proporcionar conforto e segurança aos pedestres, sobretudo aqueles com mobilidade reduzida. 

Eveline Trevisan fala sobre a importância da revitalização para os ciclistas, pedestres e motoristas de carros. “A reestruturação já foi muito debatida e é mais uma proposta de conciliação para os ciclistas que treinam na orla da Pampulha, uma forma de proteger os ciclistas que usam o local para lazer ou para seus deslocamentos e outro grande benefício dessa obra é a inserção das 19 travessias elevadas para os pedestres. Assim, a gente consegue, de fato, promover uma redução da velocidade na orla, dando mais segurança para quem pedala e, principalmente, para quem caminha. A gente sabe que a orla da Pampulha é muito demandada por pedestres e turistas, que são pessoas que podem fazer seus deslocamentos de forma mais devagar e as travessias vão contribuir muito para a segurança de todos”, afirma. 

O Projeto Cicloviário Orla da Lagoa da Pampulha passou por licitação, recebeu contribuições da comunidade e foi homologado no Diário Oficial do Município em julho de 2021.

Via: www.prefeitura.pbh.gov.br