Popular na Lagoa da Pampulha, capivara da Copa América ainda não tem nome

A votação para escolher o nome do mascote termina nesta sexta, conheça as opções.

Popular na Lagoa da Pampulha, capivara da Copa América ainda não tem nome

Um animalzinho muito conhecido pelos belo-horizontinos é o novo mascote da Copa América. A capivara foi escolhida como representante oficial da 46ª edição do torneio e os internautas têm até esta sexta-feira (12) para decidir entre duas sugestões de nomes para o mascote: Capibi ou Zizito. 

Pontos Turísticos da Lagoa

O bichinho, que já faz parte do cenário de cartão-postal da cidade, se destacou pelo bom relacionamento com outras espécies, além de simbolizar a forma amável e receptiva que o brasileiro costuma ter. Todos os fãs do futebol estão convidados a participar da escolha nas enquetes que foram feitas nos perfis @copaamerica no Facebook e Twitter

Significados

Capibi é uma homenagem à população indígena da América do Sul. O nome mistura as fonéticas das palavras em Tupi kapii´gwara – capivara – e yby – terra, chão que se pisa.  

Já Zizito homenageia o ídolo brasileiro Zizinho, artilheiro máximo da Copa América com 17 gols, ao lado do argentino Norberto Méndez. O sufixo “ito” é a forma de diminutivo na língua espanhola, como o “inho” em português.

Igreja São Francisco de Assis

Em BH

Os belo-horizontinos serão anfitriões de cinco partidas da Copa América, inclusive uma das semifinais, que acontece no dia 02 de julho. Por aqui, as capivaras já causaram polêmicas à beira da Lagoa da Pampulha, mas já ganharam até apelidos dos pesquisadores que fazem o controle da população local, entre o grupo que frequenta a região, tem até a ‘Loura do Museu’.

Zoológico Municipal de Belo Horizonte

Via: soubh